PM-
12 mil vagas para PMMG!

A Polícia Militar de Minas Gerais já está divulgando editais de novos concursos. Há alguns dias foi publicado o edital referente ao Curso de Formação de Soldados do Quadro de Praças Especialistas, o que aumentou a expectativa para a divulgação do novo concurso para soldado.  O aumento do efetivo policial foi um dos principais temas abordados pelos candidatos ao governo de Minas nos últimos meses. Fernando Pimentel, eleito governador no primeiro turno, garantiu em toda sua campanha, aumentar em 12 mil o número de militares no Estado. O futuro governador afirmou que vai reestruturar a corporação e aumentar o efetivo, que atualmente conta com 43 mil integrantes. “Temos efetivo menor do que o do Rio, que também é de 51 mil. Mas nós, além de termos menos policiais, temos território e população muito maiores”, comparou Pimentel. Essas ações fazem parte do programa Polícia Presente, que prevê policiais militares com uma moto a cada determinado número de quarteirões (dependendo do local), conectados a uma viatura que cubra a região.

Confirmando estas expectativas, a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais – Aspra garantiu que vai cobrar de Fernando Pimentel o aumento de 12 mil homens no efetivo da Polícia Militar, já que, por ano, cerca de 2.500 policiais vêm se aposentando. “Hoje, temos 43 mil homens só na PMMG e pela lei de efetivo, deveríamos ter 51 mil PMs. Teremos 2 mil homens se formando agora no curso, mas isso não repõe nem o número de aposentados no ano passado.”, afirma o presidente da entidade, sargento Marco Antônio Bahia.

A aspra garante que vai cobrar o aumento de 12 mil homens no efetivo da Polícia Militar, já que, por ano, cerca de 2.500 policiais se aposentando. “Hoje, temos 43 mil homens só na PMMG e pela lei de efetivo, deveríamos ter 51 mil PMs. Teremos 2 mil homens se formando agora no curso, mas isso não repõe nem o número de aposentados no ano passado. Temos uma defasagem de 7 mil homens”, afirma o presidente da entidade, sargento Marco Antônio Bahia.

A decisão de Pimentel confirma e amplia o  Plano Estadual de Defesa Social, que definiu as estratégias e projetos que serão desenvolvidos em conjunto com as Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros nos anos de 2014 e 2015. Para tal, já foi definido um investimento de R$ 909 milhões nestas corporações.

Além das novas contratações, Pimentel  defendeu o resgate da autoridade da Polícia Militar. “A Polícia, tem de ser respeitada e para ser respeitada tem de estar equipada, preparada, bem remunerada e bem treinada”, afirmou. Atualmente, remuneração para soldado  é de R$ 3.182.

O candidato que ingressar na PM de Minas Gerais, terá a oportunidade de mudar de cargo, passando por concurso interno para  as diversas patentes da corporação, inclusive para o Curso de Formação de Soldado Especialista que visa selecionar profissionais capacitados e habilitados para o exercício de funções em atividades específicas, podendo ser aproveitado em situações especiais ou extraordinárias.

Fonte: Jornal O Tempo; Jornal Super; Jornal Estado de Minas; http://www.minassemcensura.com.br/pimentel-defende-resgate-da-autoridade-da-pm-de-minas.html; http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/mudanca-de-comando-mexe-com-quase-18-mil-servidores-1.279402; http://www.otempo.com.br/cidades/minas-tem-quase-cinco-vezes-mais-vigias-do-que-militares-1.940893