Gv Concursos
Como aumentar sua memória nos estudos!

Memória é a capacidade da mente humana de fixar, reter, evocar e reconhecer impressões, fatos ou dados passados. Parte do que estudamos fica registrado nesta área do nosso cérebro. O aprendizado, o pensamento e o raciocínio não seriam possíveis sem a memória.

São três os processos básicos da memória: codificação da informação (ou seja, contato com o objeto de estudo), armazenamento e recuperação. Se há algum erro nas relações entre esses três processos, ocorre o esquecimento. O processo de recuperação permite que as informações armazenadas sejam utilizadas quando necessário. Daí a importância de aprender e não de decorar.

Quando aprendemos, a informação fica armazenada na memória de longo prazo e responde ao processo de recuperação, enquanto o que é decorado fica na memória de curto prazo e a informação não fica retida por muito tempo.

Existem estratégias para que a capacidade de memória seja aumentada e melhor utilizada nos estudos, tais como:

Leitura e releitura;
Gráficos e árvores;
Resumos e esquemas;
Exercícios de raciocínio lógico e questionários;
Fazer palavras-cruzadas;
Jogos de Lógica.

Uma ótima técnica é a de memorização, onde a informação é passada da memória de curto prazo para a de longo prazo. Por exemplo, para memorizar os princípios da Administração Pública previsto no artigo 37 da Constituição Federal, utiliza-se o código LIMPE, em que cada letra representa um princípio constitucional:

  • Legalidade
  • Impessoalidade
  • Moralidade
  • Publicidade
  • Eficiência.

Ao longo de toda a vida, o ser humano vai modificando sua capacidade de codificação e sua habilidade de armazenamento de informações vai aumentando progressivamente. Por isso que quanto mais se estuda, mais se retém conhecimento e maiores as chances de passar em concursos públicos.

Evite abusar de bebidas alcóolicas, pois elas prejudicarão sua memória. O álcool, além de desidratar o corpo, dificulta o processo de oxigenação do cérebro. Então, fique longe de bebidas alcóolicas nas vésperas do concurso, para que não ocorra o “branco” na hora das provas.

Uma boa alimentação (rica em ômega3 e potássio, ótimos para a memória) e exercícios físicos também contribuem para manter uma memória saudável e com boa capacidade de recuperação de informações.